O GUIA FORA DE PORTAS

DA REGIÃO DE SETÚBAL


Teatro nas Freguesias – “Tiempos Viejos”

01 a 10 Ago 2022
AGENDA REGIONAL | Eventos Destaques Santiago do CacémSantiago do CacémTeatro
Emcena a3 tantonteria teatro agosto 404x202 1 447 298
Nos mês de e agosto o teatro vai às freguesias.

No mês de agosto com “Tiempos Viejos ” pela Companhia TanTonTería Teatro

01 de Agosto - 21h30 - V.N. de Santo André (recinto da CAPAG)
02 de Agosto - 21h30 - S. Francisco da Serra (Lg. da Junta de Freguesia)
03 de Agosto - 21h30 - Santa Cruz (Lg. da Igreja)
04 de Agosto - 21h30 - Ermidas do Sado (Rua 25 de Abril - frente à Junta de Freguesia)
07 de Agosto - 21h30 - Alvalade (Recinto da antiga Escola Primária)
08 de Agosto - 21h30 - Abela (Lg. Coronel Carlos Jesus Vilhena)
09 de Agosto - 21h30 - Cercal do Alentejo (Lg. dos Caeiros)
10 de Agosto - 21h30 - Vale de Água (Ringue)


SINOPSE




Tudo começa com José, que foge de sua residência para realizar um sonho que jamais poderia realizar: pular de paraquedas. Assim, ele quer mostrar a todos que ainda é válido e que quer viver. Vicenta, no entanto, é uma velhinha simpática que apanha o comboio para... onde quer que seja! Ambos estão imersos em uma jornada comum em que se descobre que o importante não é tanto o destino, mas o caminho que é percorrido e principalmente com quem você decide fazer esse caminho.


SOBRE O ESPECTÁCULO


Este projeto criativo tem sido uma jornada intensa em que entramos no mundo dos nossos mais velhos, que tanto admiramos e tão esquecidos, com o desejo de os reviver e dar-lhes novas vidas e novos sonhos, porque eles também têm. Com todo o nosso respeito e amor, construímos um espaço de memória e riso. Nossos anciãos estão encarnados em dois personagens cativantes - que nada mais são do que o reflexo do velho universal - que revivem seu passado, vivem sua própria realidade e sonham com um novo futuro. Não esqueçamos que estamos num país tremendamente envelhecido em que por cada 100 menores de 16 anos há 118 com mais de 64 anos, isso significa que os idosos têm um grande peso social e que são parte ativa do futuro, porque vivemos mais e vivemos melhor.
Se um velho decide se apaixonar como um adolescente ou sonhar como uma criança, ?ele é menos velho para isso? Achamos que ele é justamente velho porque pode decidir a idade, afinal, eles são os únicos que conhecem todas as idades. Tiempos Viejos é uma obra eminentemente de atores. Ambos os personagens nos guiarão por diferentes espaços e momentos vitais que se entrelaçarão para nos contar sobre a memória e a ausência dela, criando assim uma poesia vital que cercará o espectador de melancolia, sorriso e ternura. Um trem é o lugar onde eles se encontram, um reflexo da vida que não para e que sempre leva ao mesmo destino. Neste espetáculo queremos oferecer um diálogo direto com os idosos que, em suma, nada mais são do que a própria vida.




SOBRE A CRIAÇÃO


Para a criação do espetáculo trabalhamos durante dois meses de retiro intensivo, onde tivemos a oportunidade de fazer de Old Times um interessante projeto de colaboração e integração social. Iniciamos um processo de pesquisa e trabalho de campo em colaboração com a Residência para Idosos Ciudad de Huesca, o que nos permitiu conviver com eles o tempo que precisávamos, além de entrevistar funcionários e internos. Todos os dias começamos com uma formação de palhaço e criação física e terminamos com a convivência com os idosos, seus hobbies, suas histórias, suas lembranças e suas risadas. Pouco a pouco fomos criando nossos próprios anciãos com base em todas as suas experiências. Eles nos deram muitos momentos engraçados com os quais nos divertimos muito.
Mas a criação é outra coisa. Sofremos, rimos, voamos e às vezes batemos em uma parede. Todos os dias surgiam novas ideias que tornavam muito difícil decidir qual caminho seguir. Tínhamos que conversar sobre tantas coisas que era difícil escolher em que deveríamos prestar mais ou menos atenção. Era complexo colocar as histórias de uns antes das de outros. Mas no final, suas histórias de vida falam do que todas as histórias do mundo falam: Amor e morte. Assim, demos vida a estes dois palhaços íntimos que nos deram uma viagem pessoal que vai além da criação. Nossos momentos com os idosos os encheram de vida, tornando o projeto não apenas um espetáculo, mas também um projeto social de aproximação intergeracional.


SOBRE A COMPANHIA


TanTonTería Teatro reúne dois atores gestuais de diferentes partes da península. Eles logo descobrem um interesse comum: fazer as pessoas rirem. Com esse objetivo claro, eles começaram a criar pequenos números de palhaços de formato rápido que rapidamente conquistaram o riso do público. Eles decidem embarcar em um novo caminho do qual ninguém os derrubaria, sua própria empresa. Assim, da simplicidade de espaços pequenos e colaborativos, de um profundo amor pelo teatro e com a absoluta convicção de que o mundo é melhor com o riso, iniciaram o seu percurso em 2017. O riso, a emoção e a fusão de técnicas gestuais e textuais misturam-se em um coquetel emocionante com o qual eles procuram tornar o mundo um lugar um pouco melhor.
Eles atualmente têm três shows em turnê; Gruñidos (teatro de marionetes e objetos), Tiempos Viejos (palhaço, comédia gestual) e La Vida es Cuento (Teatro de objetos). Javier Sancho Ator A companhia Desde 2017 percorreu diferentes cidades: Madrid, Málaga, Teruel, Mora de Toledo, Alcalá de Henares, entre outras. Estrearam recentemente o terceiro projeto da companhia, “La Vida es Cuento”, que estreou em Las Jornadas de Siglo de Oro em Almería. Em junho de 2019, a companhia foi premiada com diversos prêmios pelo espetáculo “Tiempos Viejos”: Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Ator e Melhor Espetáculo. O objetivo do TanTonTería Teatro é fazer com que os espectadores se divirtam, despertando a curiosidade e o desejo de viver novas experiências.


FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA 


Direção e Criação
Carlos Varela e Elena Martinaya
Elenco
Javier Sancho e Ester Abad
Técnico
Miguel Navarro
Desenho de luz
Pedro Hofhuis
Sonoplastia
Carlos Otero
Cenografia
Teatro Toño Laguarta e TanTonTería
Recursos Audiovisuais
73 TV
Fotografia
Rosa Vercher Alberola, Ángel Díaz-Delgado
Desenho Gráfico
Alberto López de Lucas e La Caja de Grillos SL
Produção
Teatro TanTonTería

21h30 | Dur. 60' | M/6

Gratuito
Org. AJAGATO.
Parceria: Câmaras Municipais de Santiago do Cacém e Sines



Setembro

Dia 10 de setembro, 21h30, duração 55 minutos

CORTEJO
BALDO RUIZ & PALOMA CALDERON

SINOPSE: Cortejo é sobre a relação entre um homem e uma mulher, o desejo primordial num mundo povoado apenas por casais padronizados, com namoros estipulados de acordo com sexo e status social. A realidade é que, nem um é quem corteja, nem o outro é a idealização que se tinha dele. O corpo grita por nós, que comece a dança!

Elenco
Baldo Ruiz e Paloma Calderón
Coreografia, texto, dramaturgia e direcção
Baldo Ruiz
Desenho de luz
Carmen Mori
Figurinos e caracterização
Baldo Ruiz
Guarda-roupa
Loles Gambín, Paloma Calderón e Pepa Ruiz
Cenografia
Carlos Hinojosas
Produção e montagem de vídeo
Juan Antonio Dias Vela
Fotografia
Macarena Domínguez / Gerardo Sanz / Jesús Gandolfo / Elena Rodríguez
Técnico de som
Mundi Gomez
Produção
Elena Carrascal SLU, Baldo Ruiz e Paloma Calderón
Distribuição
Boost * Distribuição Elena Carrascal

Bilhetes
5 € / 3 €

https://www.youtube.com/watch?v=AW2QjNPMZLQ

https://www.youtube.com/watch?v=aW1SPEFbVo0

 


O Litoral EmCena é um projeto intermunicipal promovido pela AJAGATO em parceria estratégica com as Câmaras Municipais de Santiago do Cacém e de Sines e cofinanciado pelo FEDER, fruto da candidatura n.º ALT20-14-2020-02 – Património Cultural.


Horário:
9:30 pm - 11:30 pm

AMRS © 2019 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: SPD   wiremaze