O GUIA FORA DE PORTAS

DA REGIÃO DE SETÚBAL


Melodias de Bach // Solistas da Metropolitana

28 Jan 2022
AGENDA REGIONAL | Destaque GrandeMontijoMúsica
Amrs melodias de bach solistas da metropolitana ctja montijo 2022 1 447 298

Johann Sebastian Bach compôs cerca de uma dezena de obras para flauta transversal. Estas têm a particularidade de serem relativamente difíceis de tocar. Muitos defendem que isso acontece porque não foram originalmente pensadas para este instrumento.

Outros, porque as flautas barrocas tinham características muito diferentes daquelas dos nossos dias. Há, inclusivamente, quem levante a possibilidade de alguns desses trabalhos serem da autoria de um seu discípulo. Seja lá porque razão for, certo é que quando as ouvimos bem interpretadas, tudo nos parece irrepreensível.

É como se as melodias de Bach obedecessem a uma ordem universal que não está ao alcance das perguntas que fazemos. Neste programa temos a oportunidade de ouvir três sonatas. A primeira, com o número de catálogo 1034, terá sido composta em 1724, porventura para ser tocada numa tertúlia do Café Zimmermann, em Leipzig.

À semelhança do seu último andamento, a sonata BWV 1032 também explora magistralmente a combinação dos dois instrumentos, não relegando o cravo para a mera função de acompanhamento. É também uma das obras tecnicamente mais exigentes do repertório para flauta, aproximando-se da configuração de um concerto para instrumento solista.

Terá sido composta cerca de 1736 para o Collegium Musicum, uma associação que juntava num ambiente informal músicos e melómanos em torno dos prazeres da música vocal e instrumental. Já a sonata BWV 1035 é ligeiramente mais tardia. Terá surgido no contexto de uma viagem a Berlim, junto da corte de Frederico O Grande, em 1741. Muito embora o músico não se tenha encontrado com o Rei da Prússia, esta obra terá sido composta para o seu valete – ambos tocavam flauta transversal.

Nuno Inácio (flauta)

Hugo Estaca (violoncelo)

Marcos Magalhães (cravo)

Programa:

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
Sonata para Flauta em Mi Menor, BWV 1034 (1724)
I. Adagio ma non tanto
II. Allegro
III. Andante
IV. Allegro

Sonata para Flauta em Lá Maior, BWV 1032 (c. 1736)
I. Vivace
II. Largo e dolce
III. Allegro

Sonata para Flauta em Mi Maior, BWV 1035 (1741)
I. Adagio ma non tanto
II. Allegro
III. Siciliano
IV. Allegro assai

fotografia: ©Hadi Karimi
www.hadikarimi.com

Música // M/6 // 5€

Funcionamento da Bilheteira: De terça a sexta entre as 15h e as 19h.

Em dias de espetáculo, abre 2h antes do início do mesmo.

Contactos: 212 327 882 | bilheteira1@mun-montijo.pt

Aviso: Uso obrigatório de máscara e apresentação de Certificado Digital de Vacinação.



 

Equipamento:
Cinema S. Vicente

AMRS © 2019 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: SPD   wiremaze