O GUIA FORA DE PORTAS

DA REGIÃO DE SETÚBAL


Jazz no Parque 2022

24 a 26 Jun 2022
AGENDA REGIONAL | Eventos Destaques BarreiroBarreiroMúsica
Eventos jazz no parque 2022 1 447 298

JAZZ no PARQUE 2022

Chegou a 2ª edição do Jazz no Parque do Barreiro após três anos de interregno face à pandemia. Regressamos a este espaço único da cidade, o Parque da Cidade do Barreiro. O Jazz no Parque assume um compromisso de reforço na qualidade dos projetos apresentados para este ano, onde tudo vai acontecer de novo, com um cartaz inolvidável de grandes músicos do jazz nacional e internacional, como Miguel Ângelo, César Cardoso, Mário Costa, Marc Copland, Mark Feldman, Julia Hulsmann, Kurt Rosenwinkel, entre outras estrelas. Imperdível será também a atuação da Escola de Jazz do Barreiro e da Academia de Jazz – Os Franceses. 

O festival decorrerá nos dias 24, 25 e 26 de junho e durante estes três dias de verão terá a oportunidade de ver e ouvir um dos melhores festivais de jazz em Portugal na atualidade. Este é organizado pela Câmara Municipal do Barreiro, com a programação de todos os concertos, mais uma vez escolhida, pelo músico, compositor e professor barreirense Jorge Moniz. 

Público-alvo: Geral
Gratuito
Org.: CMB
 

Programa 

24 junho, sexta-feira

21h30 Lucian Ban, John Surman, Mat Maneri – Transylvanian Folk Songs

23h00 Marc Copland Quartet feat Mark Feldman

 

25 junho, sábado

17h00 Coletivo Escola de Jazz do Barreiro

18h30 Miguel Ângelo Quarteto – Dança dos Desastrados

21h30 Julia Hulsman Quartet – No far from here

23h00 Kurt Rosenwinkel Trio

 

26 junho, domingo

15h00 Mário Costa – Masterclass

17h00 Ensemble da Academia de Jazz – Os Franceses

18h30 César Cardoso Ensemble – Dice of Tenors

21h30 Mário Costa – Oxy Patina IV

 

PROGRAMA 

24 junho, sexta-feira

21h30 Lucian Ban, John Surman, Mat Maneri – Transylvanian Folk Songs

Lucian Ban | piano
John Surman | saxofone soprano / clarinete baixo
Mat Maneri | viola 

Lucian Ban, John Surman e Mat Maneri, reconhecidos improvisadores ligados à área do Jazz, reúnem-se para um tributo ao compositor húngaro Béla Bartók, revelando-nos algumas das suas recolhas etnográficas a partir de uma nova abordagem, não só ao nível dos arranjos como da dose de improvisação com que a complementam.

 

23h00 Marc Copland Quartet feat Mark Feldman

Marc Copland | piano
Mark Feldman | violino
Felix Henkelhausen | contrabaixo
Fabrice Moreau | bateria 

Esta formação junta pela primeira vez Marc Copland e Mark Feldman, músicos com percursos e influências distintas que se fundem neste novo quarteto, sendo este concerto um dos primeiros deste projeto. Marc Copland dispensa apresentações, contando com uma carreira de mais de 40 anos e tendo gravado com nomes como John Abercrombie, Joe Lovano, Gary Peacock ou Bill Stewart. Por Mark Feldman falam os seus mais de 230 álbuns gravados reveladores de uma versatilidade e ecletismo únicos. 

 

25 junho, sábado

17h00 Coletivo Escola de Jazz do Barreiro 

A Escola de Jazz do Barreiro – José Cardoso Ferreira, é uma das escolas de referência nacional no que diz respeito ao ensino do jazz e da música moderna. Com mais de vinte anos de serviço público nesta área a EJB apresenta-se com um Ensemble de professores que irão tocar algum material original e alguns standards do cancioneiro americano. 

 

18h30 Miguel Ângelo Quarteto – Dança dos Desastrados

Miguel Ângelo | contrabaixo
João Guimarães | saxofone alto
Joaquim Rodrigues | piano
Leandro Leonet | bateria 

Concerto no qual se apresenta “Dança dos desastrados”, o terceiro álbum do quarteto do contrabaixista nortenho Miguel Ângelo. Segundo as palavras de António Branco (Jazz.pt), “estamos perante uma música com um forte apelo visual como se estivéssemos perante uma banda sonora de um filme imaginário”. A edição física do álbum reforça-nos esta ideia através de uma cuidada apresentação com o selo Porta-Jazz.

 

21h30 Julia Hulsman Quartet – No far from here

Julia Hülsmann | piano
Uli Kempendorff | saxophone tenor
Marc Muellbauer | contrabaixo
Heinrich Köbberling | bateria 

No embrião deste projeto, Julia Hülsmann lançou The End of a Summer, em 2008, pela mão da editora alemã ECM, contando com Marc Muellbauer (contrabaixo) e Heinrich Köbberling (bateria), ao qual se seguiu Imprint, em 2011. Em 2012, o trio passa a quarteto com a inclusão do trompetista Tom Arthurs, que gravou In Full View, em 2013. Neste concerto a pianista alemã apresenta-se, para além dos seus companheiros habituais de secção rítmica, com Uli Kempendorff no saxofone tenor, formação com que editou Not far from here, último disco até então, editado em pré-pandemia em 2019.

 

23h00 Kurt Rosenwinkel Trio

Kurt Rosenwinkel | guitarra
Dario Deidda | baixo
Gregory Hutchinson | bateria

Kurt Rosenwinkel, guitarrista, compositor, multi-instrumentalista e bandleader, tem sido uma das mais criativas vozes do Jazz contemporâneo construído e assente a partir das raízes do Jazz tradicional. Neste concerto, apresenta-nos o álbum Angels Around, e ao qual se juntam Dario Deidda, um dos mais ativos baixistas na cena jazz europeia, com um som e abordagem únicos e com mais de 60 discos gravados como sideman e dois como líder, e Gregory Hutchinson, baterista e cúmplice do guitarrista desde os anos 90, em Nova Iorque, e que traz a este trio toda a sua criatividade e virtuosismo.

 

26 junho, domingo

15h00 Mário Costa – Masterclass

 

17h00 Ensemble da Academia de Jazz – Os Franceses

Maria Inês Saraiva | voz
Laura Garcia | voz
Ivo Rodrigues | trompete
Francisco Menezes | saxofone alto
Vasco Rosa | saxofone alto
Igor Silva | saxofone tenor
José Monteiro | clarinete baixo
João Ferreira | piano
João Custódio | contrabaixo
André Figueiredo | bateria 

O Ensemble da Academia de Jazz – Os Franceses apresenta um repertório composto por arranjos originais de grandes clássicos do jazz, imortalizados por músicos como Ella Fitzgerald, Frank Sinatra ou Nat King Cole.
Os arranjos, escritos propositadamente para este concerto, enaltecem a forma como os sopros e as vozes se entrelaçam, criando ambientes musicais especialmente cativantes.

 

18h30 César Cardoso Ensemble – Dice of Tenors

César Cardoso | saxofone
Luís Cunha | trompete
José Soares | saxofone alto
Lars Arens | trombone
Jeffery Davis | vibrafone
Óscar Graça | piano
Demian Cabaud | contrabaixo
Pedro Felgar | bateria 

Concerto de apresentação do último disco de César Cardoso que resulta da intenção de procurar novas abordagens, caminhos e ideias de composição e arranjo através de uma formação alargada.

Para este disco César Cardoso escolheu oito temas, seis dos quais Standards de Jazz celebrizados por alguns dos maiores saxofonistas tenores de todos os tempos como Hank Mobley, Benny Golson, John Coltrane, Dexter Gordon, Sonny Rollins e Joe Henderson, tendo composto dois temas originais que completam o repertório do disco. 

 

21h30 Mário Costa – Oxy Patina IV

Mário Costa | bateria, eletrónicas e composição
Cuong Vu | trompete
Benoît Delbecq | piano, synth e eletrónicas Bruno Chevillon | contrabaixo 

Depois de Oxy Patina, considerado o melhor disco de jazz nacional pela Jazz.pt, Mário Costa, baterista e compositor, detentor do título de “músico nacional de Jazz” em 2018, junta um elenco internacional de luxo para apresentar o seu álbum mais recente – Oxy Patina IV. O trompetista Cuong Vu, parceiro de Bill Frisell, David Bowie, Laurie Anderson ou Pat Matheny com quem venceu dois Grammy de “melhor disco de jazz contemporâneo”, o aclamado contrabaixista francês Bruno Chevillon, membro de vários grupos de Louis Sclavis ou Marc Ducret e, por fim, unificando a atmosfera de Oxy Patina e as novas composições de Costa, o seu mais antigo companheiro, e citando a revista JazzTimes: “One of the most distinctive pianists on the international scene”, Benoît Delbecq.

AMRS © 2019 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: SPD   wiremaze