O GUIA FORA DE PORTAS

DA REGIÃO DE SETÚBAL


A Metade Que Falta

16 a 23 Mai 2021
InfantilSeixalTeatro
Metade que falta 1 447 298
 

16 e 23 de maio, domingo


Espetáculo-oficina para a infância, por Ricardo Guerreiro Campos
(Setúbal).
 

Classificação etária: M/ 3 anos.
Duração: 40 minutos aproximadamente.


Organização
Animateatro Companhia de Teatro.


* As reservas de bilhetes devem ser efetuadas de segunda a sexta-feira, das
10 às 13 e das 15 às 18 horas.


Sobre

«Como toda a gente sabe. Há palavras inteiras que não se dizem às
metades».

Como toda a gente sabe há vontades inteiras que não se têm às metades.
Este projeto inteiro, feito de metades, recupera o lado esquerdo e o lado
direito, a cópia e o duplo ou o duplicado, a consciência e a vontade, o
coração, a razão e a contradição.

Pensado para a infância, em primeiro lugar, pretende, no fundo, chegar a
todos os que, apesar de divididos, desejam estar inteiros e não desistem de
procurar a metade que falta.


Sinopse

Espetáculo-oficina sobre a procura pela metade que nos falta, sobre
dizer-se a alguém ou a alguma coisa de que se gosta o quanto esta o/a
completa (ou lhe faz falta). É uma declaração de amor às coisas, das mais
simples às mais complexas, de uma flor a um abraço – à meia-luz a uma
cara- metade. E a outra metade? É o que se quiser. 


Ficha técnica e artística

Direção artística: Ricardo Guerreiro Campos I A partir do
livro: Metade, metade, de Madalena Matoso e Isabel Minhós Martins I
Interpretação: Ricardo Guerreiro Campos e José Miguel Zambujo | Música
original: José Miguel Zambujo | Consultoria pedagógica: Maria João Frade |
Fotografia: Helena Tomás | Produção: Casa da Avenida.

 

 

Regras de utilização do Cinema S. Vicente de acordo com as normas da
Direção-Geral da Saúde


É obrigatório o distanciamento físico de 2 metros no acesso ao
auditório e à bilheteira (a lotação da bilheteira é de 1 pessoa);

É obrigatório o uso de máscara no equipamento e a higienização das
mãos à entrada e à saída do mesmo;

A abertura de portas será feita 1 hora antes do espetáculo;

Recomenda-se a chegada antecipada para evitar maior ajuntamento de pessoas;

Os espetáculos têm início à hora marcada;

A lotação é limitada em função do cumprimento das orientações da
Direção-Geral da Saúde para os recintos de espetáculos e espaços
culturais;

Prevê-se a existência de lugares individuais e para coabitantes;

Não existem lugares previamente marcados;

A entrada no Cinema S. Vicente e a indicação dos lugares serão
acompanhadas por assistentes de sala. Os espetadores devem cumprir
rigorosamente todas as instruções dos assistentes de sala e não poderão
trocar de lugar ou deslocar-se sem motivo justificado;

Durante o espetáculo o público deve permanecer no seu lugar. No final,
deverá aguardar a indicação dos assistentes para se levantar e sair do
auditório;

Não será permitida a permanência de espetadores no interior do
equipamento após o final dos espetáculos;

Nas instalações sanitárias apenas serão permitidas duas pessoas em
simultâneo.
Equipamento:
Cinema S. Vicente

AMRS © 2019 | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: SPD   wiremaze